Comportamento

Como superar a preguiça?

Quantas vezes somente nessa semana você queria fazer alguma coisa e desistiu por conta da preguiça?

O que é a preguiça?

Não tem jeito. Por mais que sejamos pessoas produtivas, focadas, dinâmicas ou “elétricas”, um momento em nossa vida vamos encarar esse sentimento poderoso e envolvente chamado preguiça.

Aquele momento que nos faz não querer ir em eventos e atividades, mesmo as que nós traz prazer em participar (atividades físicas, esportes, comparecer a uma festa, realizar uma atividade da faculdade, trabalhar em um projeto, etc).

Sim, ela não é só privilégio das pessoas procrastinadoras, até mesmo o atleta mais eficiente, como o nadador americano Michael Phelps Michael, que conquistou trinta e sete recordes mundiais e o maior número de medalhas de ouro olímpicas em uma única edição, tem os seus momentos de preguiça crônica em que desejaria estar o dia todo embaixo de seus lençóis assistindo a Netflix.

Corredora

Mas qual a explicação disso, já que a preguiça bate de frente com nosso maior desejo, de ser produtivo e conquistar nossas metas na atividade em que estamos trabalhando?

A preguiça é vista de forma negativa, mas para nossa mente reptiliana, ela faz todo sentido, afinal nossa  mente primitiva tem a função de preservar nossa vida até o ultimo minuto e conservar energia para que isso possa aconteçer.

Se esse ser que vive dentro nós não vê uma função que seja importante para a vida naquela atividade, ele vai convencer a sua mente emocional a desistir dela. Por mais que nossa mente racional queira, serão dois contra um e ela sempre vai perder nessa batalha.

A mente reptiliana tenta economizar sua energia lhe fazendo sentir preguiça.

Então, como fazer para não ter preguiça?

Vamos lá. Em algumas vezes o seu corpo está lhe demonstrando um sentimento de preguiça porque realmente o seu dia-a-dia está sendo muito desgastante. Principalmente as pessoas que fazem um trabalho muito intenso durante o dia. Para mudar isso, infelizmente a única coisa a fazer será mudar a sua rotina para se desgastar menos e lhe sobrar mais energia para fazer o que ama. É uma questão de sobrevivência. Mas esse é um caso pouco comum…

Estudo

Na maior parte das pessoas a preguiça é uma reação do corpo à atividades ao qual ele não está encarando como necessárias para o funcionamento do sistema chamado você. Como disse na explicação, é praticamente impossível de superar a preguiça completamente, mesmo ela não sendo algo realmente físico, já que ela é uma programação da mente reptiliana para nos fazer poupar energia e continuarmos vivo. Então o que devemos fazer não é vencer nosso amigo réptil, mas convencê-lo de que a atividade faz sim sentido total para nosso corpo. Como faremos isso?

Quando executamos uma atividade, principalmente as físicas, quanto mais nós a praticamos mais energia e vontade nós temos para continuar praticando, e da mesma forma se não temos uma regularidade, quanto mais a inércia entra em nossa vida, nosso corpo vai ficando cada vez mais averso a atividade e mais propenso ao descanso, chegando até a simular dores para que evitemos sair da zona de conforto (aquela dorzinha muscular que aparece do nada perto da hora de executar a ação).

Cansaço

Então para não ter preguiça temos que manter uma regularidade em nossa atividade, gerar prazer a nossa mente, mas para isso temos que primeiramente iniciar, convencer o corpo a aceita-la, já que no começo tudo é mais difícil e trabalhoso.  Para que nosso corpo aceite essa atividade devemos fazer três coisas:

  1. Nunca decida o que vai fazer enquanto ela estiver forte. Se você pensar se vai para academia ou vai ver o novo episódio de sua série favorita enquanto ganha coragem de sair, você vai optar pela segunda opção e ai perdeu o seu dia. Faça alguma coisa diferente: arrume uma estante, coloque as roupas na máquina de lavar, tome um banho, prepare um sanduíche, algo que ainda te mantenha em movimento porque se parar já era.
  2. Parece obvio, mas não é: temos que dar o primeiro passo.  Vamos supor que você quer começar a correr, mas sente preguiça.
    O que terá que fazer é tomar um banho, colocar a roupa de corrida, amarra o tênis e ir para a pista. Pense em correr pelo menos 400 metros, depois você decide se continua.
    Outro caso, você está com preguiça de fazer seu trabalho de casa. Sente, separe seu material e produza somente uma página, depois você decide se continua.Quando a mente emocional ver que você entrou em ação ela vai manter você nela, pois os benefícios (prazer, adrenalina, endorfinas, etc) que a atividade lhe traz começarão a aparecer para você.Ignore a preguiça com o benéfico PRIMEIRO PASSO.
  1. Sempre pense no estado em que vai estar depois da atividade. Quando está correndo pensar na linha de chegada vai te deixar ansioso(a). Pensar no próximo quilômetro vai te deixar cansado(a) por antecedência. O melhor a fazer e pensar no momento em que vai estar descansando, abraçando as pessoas que conseguiram superar esse desafio com você e em tomar aquela garrafinha de isotônico super gelada.Leve sua consciência para o descanso futuro, para o prazer de entregar a tarefa, de comemorar a vitória. Isso irá trazer energia e motivação para iniciar e continuar seguindo em direção ao seu objetivo concluído.

Paro por aqui. Gostaria muito de saber como você faz para lhe dar com a preguiça. Qualquer coisa deixe uma mensagem aqui nos comentários do site ou nas minhas redes sociais.


Pesquisa:

Imagens: A partir de imagens do Google Search marcadas para reutilização.

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar
%d blogueiros gostam disto: